Alto Falante

altofalante-1

Coisas incríveis e positivas acontecem o tempo todo no mundo.

Aqui você sempre vai encontrar boas notícias que podem te motivar para uma nova atitude em relação às pessoas, em favor da natureza e na preservação do nosso planeta. Cabe a você nos ajudar a replicar, reproduzir, compartilhar, pulverizar do jeito que achar melhor. O importante é que a boa notícia se espalhe e que mobilize outras pessoas.

Divulgar é bom. Participar é melhor ainda.

vina-1

Cisterna Já

Iniciativa independente que pretende promover o reaproveitamento da água da chuva. O grupo é composto por pessoas ligadas à permacultura e desde de agosto de 2014 vem buscando soluções para a questão.

Clique aqui para saber mais.

 

Não chove, não lavo

Trata-se de uma campanha bem-humorada de conscientização e mobilização para a economia de água. Lavar um carro consome, em média, 500 litros de água. Ao mostrar que é possível poupar água deixando de lavar o carro em períodos de escassez, a TNC – The Nature Conservancy espera lembrar as pessoas da importância de economizar água também em outras ações cotidianas.

Mudança de hábitos

Inovações tecnológicas e políticas públicas podem ser ferramentas efetivas para a transição para uma sociedade mais sustentável. Mas é importante lembrar que é preciso também inovar nos padrões de produção e de consumo para que seja possível alcançar o bem-estar desejado pela sociedade com um uso muito menor de recursos naturais, como a água. A crise hídrica no Brasil é gravíssima. Necessitamos, ao mesmo tempo, de uma produção mais responsável e de um consumo mais consciente, como mostra essa reportagem citando bons exemplos de economia em escolas paulistanas.

Água pede água

Campanha de mobilização da sociedade para o consumo consciente de água. Diante da crise hídrica que vivemos no País, a situação exige uma ação coletiva, integrada e de larga escala, com a participação de vários atores sociais. Na oferta de informações à população, a campanha busca “desautomatizar” o consumo de água, por meio do engajamento de todos, como cidadãos, em uma nova postura de uso consciente desse recurso imprescindível, de forma permanente. Saiba mais e participe: http://www.aguapedeagua.org.br

Na Vina

Para incentivar a equipe a ajudar contra o desperdício dentro e fora da empresa, o Departamento Socioambiental da Vina espalhou uma série de plaquinhas educativas para a campanha interna, alertando e orientando sobre o uso consciente da água.

vina-3    vina-2     vina-4

Dia Mundial da Água: Grito pelos rios e montanhas de Minas

No Dia Mundial da Água, com o intuito de refletir sobre o modo como a sociedade civil e as instituições têm se posicionado diante desse recurso fundamental para a vida no planeta, uma série de entidades se reuniu para organizar o evento Dia Mundial da Água: Um grito pelos rios e montanhas de Minas. Entre outros, são parceiros dessa empreitada: Projeto Manuelzão, Comitê de Bacia Hidrográfica Velhas, Coletivo Santo Antônio, Movimento Gandarela, Primo – Primatas da Montanha, PISEAGRAMA, Copasa, SESC MG, Fundação de Parques Municipais, Universidade do Estado de Minas Gerais.

Essa iniciativa conjunta se caracteriza por três eixos: colaboração, diversidade e voluntariado. O evento foi realizado no Parque Municipal Américo Renné Giannetti, no dia 22 de março de 2015. A programação contou com uma série de atividades culturais, lúdicas e de educação ambiental, todas com entrada gratuita. Confira as fotos abaixo (retiradas da página do evento no Facebook):

vina-7     vina-8     vina-9     vina-10     vina-11     vina-12     vina-13

Você sabe de que rio vem a água que você bebe?

altofalante-1

Casa de Gentil

A Casa de Gentil é um espaço de convívio e culturas, movimentado por voluntários & apoiadores que tem como objetivo principal o empoderamento e desenvolvimento social através da construção conjunta à comunidade de um espaço de CONVÍVIO e bem estar coletivo, bem como a valorização da rica CULTURA de Raposos/MG, através de atividades, oficinas, ações e eventos, organizados e/ou apoiados pela Casa.

vina-14

O nome Casa de Gentil é uma homenagem ao nobre Sr. Gentil Lúcio, raposense que em 1966 reergueu a Guarda de Congo de Nª Senhora do Rosário, revitalizabdo o congado raposense e também à José Datrino, carioca que em sua arte espalhou que “Gentileza gera gentileza”.

A Casa de Gentil fica na Rua Santos, nº78, Várzea do Sítio, Raposos/MG. Para conhecer um pouco mais das ações realizadas, clique aqui e aqui.

vina-15

Rede Amigos da Rua

O OUTRO_escritório experimental de arquitetura, urbanismo e design é um projeto de extensão da Universidade FUMEC que desenvolve, entre outros projetos, a Rede Amigos da Rua Cobre, Oliveira, Opala e Ouro Fino.

A rede AMIGOS DA RUA tem como objetivo fomentar o encontro e estreitar relações entre os diversos agentes atuantes nos espaços coletivos localizados nos arredores da Universidade. A proposta é de integração dos interesses em comum, problemas e atuar de forma integrada, aliando as ações de extensão da Universidade com as demandas e iniciativas da comunidade do bairro. Só de maneira coletiva, participativa e integrada podemos avançar em termos de qualidade dos espaços públicos e coletivos, e, consequentemente, em termos de qualidade de vida e de convívio no bairro.

vina-17     vina-16

Um dos projetos se chama “MENOS LIXO POR FAVOR”, no qual são realizadas intervenções urbanas criadas a partir de resíduos (fotos acima), no intuito de alertar a comunidade local sobre a importância do descarte correto do lixo cotidiano.

O grupo de amigos se comunica por meio de um grupo no facebook. Qualquer ajuda é bem vinda! Você pode fazer parte da ações realizadas por eles, basta entrar em contato!

Horta Beija-flor

Sr. Carlos é morador antigo da comunidade “Pindura Saia”, que fica localizada na região do bairro Cruzeiro, e desde muito tempo ajuda na manutenção da praça Jornalista Achilles Reis (Praça da OAB), promovendo mutirão com as crianças para a limpeza do local e na sua arborização, plantando pés de castanheiras e fícus.

vina-18

Há um ano, Sr. Carlos tomou uma iniciativa e, com pequenas colaborações e muita força de vontade, conseguiu transformar uma pequena área no bairro Cruzeiro, na Praça da OAB, em uma horta comunitária. O lugar utilizado é pequeno, mas disponibiliza grande variedade de ervas, como pimentas, hortelã, menta, boldo e capim cidreira, verduras, frutas e legumes como o espinafre, abacate, tomate e chuchu, além de condimentos como o manjericão, orégano e o alecrim.

Sr. Carlos divulga o seu trabalho pelo “boca-a-boca”, mas tem como projeto a publicação de um livro que conta a história da horta, com ilustrações produzidas pelas crianças da comunidade. O espaço é um belo convite ao aprendizado e ao cuidado com a natureza, além do bom exemplo de gentileza urbana que é de emocionar. A contribuição das pessoas é ponto fundamental para garantir a continuidade do projeto.

vina-21     vina-20     vina-19

Faça uma visita!
A horta Beija-flor fica localizada no bairro Cruzeiro, veja o mapa aqui.

 

altofalante-1

Reciclagem de pneus bate recorde no Brasil

Sim, o reaproveitamento de pneus velhos bate recordes no Brasil. A Associação Nacional da Indústria de Pneumáticos (Anip) coletou e encaminhou para a reciclagem mais de 223 mil toneladas de pneus inservíveis, só no primeiro semestre deste ano. É algo como quase 45 milhões de pneus de carros de passeio. Com esses resultados, a indústria de pneus está conseguindo se adequar à Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), que exige que os fabricantes de todos os setores sejam responsáveis pelo destino final de seus produtos depois de consumidos. Que sirva de exemplo. Clique aqui para saber mais.

vina-22

Reciclagem de buchas de uso doméstico

Para deixar o planeta mais limpo, a Scotch-Brite juntou-se à TerraCycle para criar um programa de reciclagem de esponjas de limpeza de uso doméstico. O programa irá proporcionar um destino mais nobre para as esponjas descartadas e a oportunidade de arrecadar dinheiro aos participantes.

vina-23

Para cada unidade de resíduo enviada, o seu time de coleta receberá 2 pontos, que equivalem a R$0,02 (1 ponto = R$0,01) e poderão ser revertidos em doações para uma entidade sem fins lucrativos ou escola de sua escolha. Para saber mais sobre como participar, clique aqui.

Reciclagem de garrafas plásticas alimenta cães abandonados

A empresa turca Pugedon teve uma ideia genial para incentivar as pessoas a reciclarem. Através de uma máquina instalada nas ruas, os cidadãos podiam descartar garrafas plásticas e, em troca, alimentar cães e gatos desabrigados.

Assim que a pessoa faz o descarte, a máquina libera uma quantidade de ração equivalente à quantidade de material depositado. Ela fica disponível em uma abertura na altura dos animais e qualquer cão ou gato desabrigado pode se servir à vontade.

E para saber mais, clique aqui.

Transformando lixo em arte

Transformar lixo em arte tornou-se uma prática comum. Os artistas conseguem dar valor aos materiais descartáveis utilizando desde os objetos mais simples até as esculturas mais incríveis. Conheça aqui alguns exemplos de trabalhos impressionantes.

vina-24

O vinavina já divulgou aqui no blog o trabalho de Armando Oliveira, um artista brasileiro que transforma objetos eletrônicos descartados em obras de arte. Clique aqui para ler.

E pra quem gosta de tecnologia e de estar sempre conectado…

Plataforma EducaRES

O Ministério do Meio Ambiente (MMA) lançou uma nova ferramenta digital, que reúne iniciativas envolvendo educação ambiental e comunicação social em resíduos sólidos. A Plataforma EducaRES tem o objetivo de mapear e divulgar ações que ajudem a enfrentar os desafios da implantação da Política Nacional de Resíduos (PNRS). Saiba mais aqui.

vina-25
Aplicativo para celular da Rota da Reciclagem

Que tal ter o Rota da Reciclagem em seu celular? Se você tem um iPhone, acesse este link e baixe o aplicativo! Assim, você consegue ver, em qualquer lugar, os pontos de entrega de materiais recicláveis mais próximos de você. O vinavina testou e aprovou!

vina-26

Projeto Meninas de Dora

“Tenho formado centenas de empreendedores que também são multiplicadores e ajudam outras pessoas a gerar renda e ter outras perspectivas de vida”.
Dora Alves

Dora Alves vive em Belo Horizonte, Minas Gerais. Seu trabalho e sua arte de trançar cabelos vem promovendo a profissionalização na área da beleza, mas a sua ação verdadeira está no resgate da autoestima, especialmente das meninas e meninos negros. Ela vem demonstrando e ensinando que é possível reconstruir a vida mesmo diante do preconceito e de grandes adversidades. “Grande parte dos afrodescendentes assimila o padrão de beleza europeu que está na mídia e não se aceita como é. Todos são belos e o cabelo do padrão negro é muito versátil, seja ele anelado, trançado em Black Power, Dread Lock, etc.”.

vina-27

A ação individual iniciada em casa, hoje transformada em Projeto Meninas de Dora, cresceu, se multiplicou e ganhou reconhecimento nacional e internacional. O trabalho de resgate social e de identidade cultural desenvolvido por ela já foi tema de monografias e teses na área de educação em universidades renomadas como USP, UFMG e PUC. Em 2010, ela foi entrevistada pelo Professor Henry Louis Gates, da Universidade de Harvard, cujo tema girou em torno de políticas raciais e a matéria foi exibida nos Estados Unidos. A repercussão positiva do seu trabalho já rendeu a Dora inúmeros prêmios, entre eles o Valores Femininos (2002); Bom Exemplo e Prêmio Zumbi de Cultura, em 2010; o Troféu Reggae Favela e Cidadã do Mundo, em 2011; e Mineira de Ouro, em 2012.

Atualmente, além de cuidar pessoalmente do Projeto, Dora faz palestras em escolas, faculdades, albergues, casas de menores infratores, sempre com o objetivo de despertar na comunidade afrodescendente a descoberta e aceitação da sua descendência e beleza.

vina-28

Para manter o Projeto e dar continuidade à sua arte de trançar cabelos, Dora se desdobra no trabalho em dois salões que ficam na av. Amazonas, 1049 – loja 59 – 2° andar, Centro – tel. 31 3224-4163; e na Av. Augusto de Lima, 655 – Loja 9 – Centro – tel. 31 2526-9452, ambos em Belo Horizonte (MG).

Se você deseja conhecer o Projeto Meninas de Dora, venha conhecer os salões e saiba como apoiar e colaborar com este projeto.

“Mudas, jardim e pomar. É sua. Pode levar.”

Ernani Façanha di Latella, 84 anos, advogado aposentado, morador do Bairro Anchieta, Região Centro-Sul de Belo Horizonte (MG) é um exemplo de gentileza urbana e de resistência à especulação imobiliária. Ele defende o seu espaço de casa e quintal, construídos com o próprio suor nos anos 1960. “Daqui, só saio morto. Para o céu ou para o outro lugar. Quem vai saber?”, diz bem-humorado.

vina-29

Seu Ernani afirma que a pressão é grande e a sua casa já está sufocada por edifícios no quarteirão da Rua Grajaú. “Chegaram a comprar a casa ao lado, mas precisavam da minha para o tamanho do prédio que pretendiam levantar. Não vendi. Não vendo. Então, eles tiveram que passar o imóvel”, conta, orgulhoso da sua vitória contra a transformação radical pela qual o bairro vem passando nos últimos anos. Mas não é exatamente por sua brava resistência que esse descendente de italianos é famoso no bairro Anchieta. Sua fama vem da sua ação original de distribuir, de graça, mudas de árvores e flores.

Em uma placa improvisada, que fica à vista dos passantes, ele convida: “Mudas, jardim e pomar. É sua. Pode levar.” Desde 2010, Seu Ernani cultiva mudas para doação. Ele passa as tardes trabalhando em pequenos vasos recortados, feitos de caixas vazias, potes de margarina e garrafas de plástico, para, na manhã seguinte, deixá-los sobre o muro que divide o lote com a rua. “O pessoal pega. E quando não tem, eles tocam a campainha e pedem. Vem gente até de outras regiões da cidade. Já estão ficando acostumados”, conta, feliz com resultado da sua boa ação.

Dono de um pedacinho do mundo, o jardineiro-cidadão discorre com consciência sobre a importância da preservação da natureza. Mostra-se indignado com a devastação das matas: “Estão acabando com o planeta. O desmatamento na Amazônia é uma vergonha. E por que não tomam providências? Porque há muita gente se beneficiando disso. É uma roubalheira sem fim neste país. É corrupção para todos os lados”.

vina-30

Se você quer ganhar uma muda ou conhecer o muro do Sr. Ernani, passe pela Rua Grajaú, em frente ao número 328. Nem precisa perguntar onde é a casa dele, o muro se destaca na rua cheia de prédios e a ação gentil e generosa desse “jardineiro” espalha seu perfume e contagia muitos dos que ainda apreciam plantar em vez de cortar e ainda acreditam na generosidade e na delicadeza como formas de melhorar a convivência entre as pessoas.

Fonte: http://vejabh.abril.com.br/edicoes/belo-horizontino-nota-dez-741611.shtml

‘Sucata tecnológica’ vira arte

Armando Oliveira, 50 anos, teve, há três anos, a brilhante ideia de transformar “sucata tecnológica” – peças velhas de computadores e eletroeletrônicos, modelos de câmeras fotográficas antigas, metal e plástico – em arte. Hoje, o artista de Fortaleza (CE) cria caranguejos, aranhas, besouros, pássaros, motocicletas e robôs utilizando esse tipo de material e muita criatividade.

vina-31

“Eu trabalho com manutenção de computadores e comecei a juntar muitas peças em casa. Depois de muito tempo vi que elas tinham utilidade e há três anos faço esse tipo de arte”, explicou Armando Oliveira.

Ele afirmou ainda que, diante do resultado das peças criadas, passou a comprar materiais inutilizados de outras empresas que trabalham com computadores para ampliar a sua coleção. E o hobby acabou virando negócio: Armando já vende as suas obras na praia ou pela internet, que tem sido o meio ‘mais rentável’ de acordo com o artista. Ele publica fotos em seu blog pessoal para divulgar as peças exclusivas e as vende em um site de comércio eletrônico.

vina-32

Além de constituírem uma fonte de renda, as criações são, para Armando, uma forma de reciclar materiais que ficariam inutilizados por muitos anos. O artista conta que, em suas mãos, a sucata tecnológica é 100% reaproveitada. Até mesmo equipamentos grandes, como máquinas fotocopiadoras e computadores antigos são reaproveitadas por ele.

 

altofalante-1

Coletivo Família de Rua – Belo Horizonte (MG)

O Coletivo Família de Rua é um grupo formado por amigos que acreditam na essência da cultura e das manifestações artísticas urbanas, focado na promoção da cultura Hip Hop e do skate em seus moldes originais.

Duelo de MC's - 22/06/12 por Pablo Bernardo

Duelo de MC’s – 22/06/12 por Pablo Bernardo

Em seus cinco anos de atividade, a Família de Rua, através de sua atuação artístico-cultural, alcançou grande respeito e admiração do público, de grupos culturais, artistas e instituições públicas de Belo Horizonte e do Brasil. Dessa forma o grupo se tornou uma das principais referencias do Hip Hop local quando se trata de organização coletiva e ocupação do espaço público.

Para saber mais: Duelo de MCs | duelodemcs@gmail.com | www.duelodemcs.blogspot.com | www.facebook.com/familiadrua | www.twitter.com/familiaderua

Revolução dos Baldinhos – Florianópolis (SC)

Em Florianópolis, um grupo de revolucionários mostra que existem alternativas viáveis e transformam o lixo em ouro: composto orgânico, educação e cidadania.

vina34

O projeto é denominado Agricultura Urbana e Revolução dos Baldinhos e, de modo bem sucinto, funciona assim: as famílias participantes receberam um pequeno recipiente (o baldinho) para separar o lixo orgânico. Algumas famílias receberam uma bombona e se tornaram PEVs (Pontos de Entrega Voluntária). As famílias que têm baldinhos levam o lixo para os PEVs e, duas vezes por semana, os revolucionários passam com um carrinho puxado a mão para coletar as bombonas.

Todo o material orgânico é então coletado pelo grupo e levado para a Escola Américo Dutra Machado, que cedeu parte do pátio como apoio ao projeto. Lá, os resíduos são transformados em composto orgânico, que em aproximadamente 3 meses está pronto para ser usado. As famílias retiram o composto e usam para plantar suas próprias ervas e verduras em casa, em espaços pequenos. As escolas e as creches da região também usam o composto em suas hortas.

vina-35

Mais informações nos links abaixo:

>> CEPAGRO – Centro de Estudos e Promoção da Agricultura de Grupo
http://www.cepagro.org.br/news/23/54/

>> Revolução dos Baldinhos: agricultura urbana e consumo consciente transformam uma comunidade
http://www.akatu.org.br/Temas/Alimentos/Posts/Revolucao-dos-Baldinhos-agricultura-urbana-e-consumo-consciente-transformam-uma-comunidade

>> Vida Orgânica: Grupo recolhe lixo orgânico, transforma em adubo e faz “revolução” no destino de 6t de resíduos.
http://www.programavidaorganica.com.br/portal/index.php?option=com_content&view=article&id=404:revolucao-dos-baldinhos&catid=42:noticias-sustentabilidade&Itemid=171

Rede Latino-Americana de Recicladores

Atualmente, a Rede Latino-Americana de Recicladores é formada por 16 países, que possibilitam o trabalho em conjunto em favor das suas necessidades, preocupações e, assim, desenvolvem ações conjuntas a favor dos recicladores.

Os países membros são: Colômbia | Uruguai | Brasil | Peru | Chile | República Dominicana | Costa Rica | Porto Rico | Argentina | Paraguai | Bolívia | Nicarágua | Equador | Panamá | Guatemala | Venezuela

Mais informações nos links abaixo:

>> Contatos: http://www.redrecicladores.net/pt/contacto
>> Facebook: https://www.facebook.com/red.latinoamericanarecicladores
>> Vídeos: http://www.youtube.com/redrecicladores

 

altofalante-1

Borrachalioteca – Sabará, MG

“Eu queria trabalhar numa biblioteca, mas para isso tinha que fazer concurso. Aí, eu falei: ‘Puxa vida, e se eu montar uma biblioteca pública?’. Mas como? Dentro da borracharia. E assim foi nascendo a ideia…”

Link para a reportagem

Projeto Libere seu muro: Mucha Tinta – Curitiba, PR

“A arte é por si só revolucionária e transformadora. O Mucha Tinta é desbravador, é corajoso. ‘Tem uma fachada pra nós? Tem uma escola, um muro, hospital? Tem um bar cheio de paredes pra gente encher de tinta? Tem sim senhor!’.”, Ieda Godoy – Jornalista e Proprietária do Wonka Bar

https://vimeo.com/46965698

Universidade Pés Descalços – Rajasthan, Índia

Um professor extraordinário ensina pessoas em comunidades rurais – muitas delas iletradas – como tornarem-se engenheiras de energia solar, artesãs, dentistas e médicas em seus próprios povoados. É a chamada Universidade Barefoot (Pés Descalços) e seu fundador, Bunker Roy, nos explica como ela funciona.

 

altofalante-1

“Antes de cair na folia, doe sangue”

Após as datas festivas é muito comum ouvirmos pedidos para a doação de sangue – justamente porque nesses períodos o número de doadores diminui gradualmente enquanto aumenta a quantidade de ocorrências que precisam de transfusões sanguíneas.

vina-35

“Sem camisinha, não dá”

Nos últimos anos, a campanha de estímulo ao uso do preservativo no carnaval tornou-se parte fundamental da estratégia do Ministério da Saúde para o enfrentamento do HIV e de outras doenças sexualmente transmissíveis.

“Operação Lei Seca”

Bebida e direção não combinam. Nunca dirija depois de beber.

vina-36

Alegria com Saúde

Um cardápio nutritivo, leve e energizante é a melhor pedida para os quatro dias de folia de Carnaval. Como esse feriado geralmente é recheado de música, dança, agitação e noitadas, a alimentação deve ser equilibrada para não faltar pique e energia para se divertir.

vina-37

“Vamos consertar o mundo
Vamos começar lavando os pratos
Nos ajudar uns aos outros
Me deixe amarrar os seus sapatos…”

(Trecho da música “Vamos Viver”, de Herbert Vianna)

 

altofalante-1

Neste espaço, você sempre encontrará assuntos de utilidade pública. Nós publicamos com o objetivo de divulgar e de convidar a todos para participar. Passar pra frente já é uma atitude e tanto. Se puder ajudar, será melhor ainda!

Para começar, vamos divulgar duas campanhas que são vitais e que interessam a todos: as campanhas de doação de sangue e contra o avanço da dengue.

Divulgue! Participe!

Doação de Sangue

vina-38
Campanha Nacional de Doação de Sangue

http://www.facaalguemnascerdenovo.com.br

Endereços dos Hemocentros das capitais brasileiras

Clique aqui e baixe a lista completa – é só clicar em “Baixar Agora” e aguardar o tempo solicitado: http://www.4shared.com/document/RNFL_Ne5/Hemocentros_de_todas_as_capita.html

Veja também:

Campanha Nacional de Doação de Medula Óssea: http://portal.saude.gov.br/portal/saude/area.cfm?id_area=1643

Campanha Nacional de Doação de Órgãos: http://portal.saude.gov.br/portal/saude/area.cfm?id_area=1004

Dengue

vina-39
Cartilha sobre o combate a dengue*

http://www.saude.mg.gov.br/publicacoes/comunicacao-e-educacao-em-saude/cartilhas-de-educacao-em-saude/dengue/agora-e-guerra/CARTILHA_guia%20combate%20a%20dengue_251110_WEB.pdf

(*) Neste link, não deixe de visitar as “Informações Estratégicas”. Esclareça suas dúvidas e acabe com os mitos.

Entenda a Dengue

http://portal.saude.gov.br/portal/arquivos/flash/cartilha_dengue.html

Ações inteligentes

Dengue Móvel

http://gaia.saude.mg.gov.br/blog/2010/12/garrafas-pet-recolhidas-pelo-dengue-movel-sao-transformadas-em-vassouras-ecologicas/

O que você pode fazer

http://gaia.saude.mg.gov.br/blog/o-que-voce-pode-fazer/

Pratique! Divulgue!